Estratégias para jogar com um par de reis

Home » Blog » Estratégias para jogar com um par de reis

BLOG

June 11, 2021 11:59 am

Estratégias para jogar com um par de reis

Muitos jogadores gostam de investigar um pouco mais a fundo as estratégias para se dar bem no poker quando saem com um par específico de cartas. E isso vale a pena, pois em um dos esportes mais competitivos do mundo, um dos motivos que te ajuda a se diferenciar dos outros é o conhecimento que possui acerca do jogo. 

Hoje falaremos sobre a segunda mão inicial mais forte do poker, o par de Reis. Na gíria do poker, esse par é chamado de “foguete”, assim como um par de Ases. Embora sejam dois pares muito fortes, é muito importante saber o que fazer com essas cartas para potencializar ao máximo as chances de lucro. 

De forma geral, qualquer jogador que sai com um par de Reis, vai ter os olhos brilhando. E quando isso acontece, o seu objetivo tem que ser um só: colocar o máximo possível de fichas no pote antes do flop. Inclusive, já adiantando um pouco o assunto que vamos destrinchar mais à frente, ir à all-in pré-flop com um par de Reis certamente é uma ideia que deve passar pela sua cabeça. 

Então, hoje falaremos sobre as possibilidades, os riscos, os cuidados e as oportunidades que você pode aproveitar caso saia com um par de Reis. Vamos direto ao assunto e já apresentar as melhores estratégias. E ainda, na segunda parte do artigo, vamos relembrar com você o ranking de mãos. Venha com a gente e saia na frente dos seus adversários!

Sair com um par de reis: o que devo fazer? 

A primeira dica que gostaríamos de dar é a respeito da abordagem correta, que é ter cuidado. Antes de supor que a vitória é certa e que você irá irremediavelmente ganhar um pote de dinheiro, controle suas expectativas e construa o caminho para isso. Porque, no fim das contas, existem outras combinações possíveis e tudo pode acontecer. 

Ter um par de Reis também é estar vulnerável. Se, por exemplo, o flop abrir um Ás, muitos jogadores se amedrontam e podem até mesmo foldar de cara. Por isso, no pré-flop, é muito importante ter algumas coisas em mente e entender algumas posições que vale a pena tomar. É essencial, por exemplo – e falaremos mais disso abaixo – você excluir logo de cara as mãos mais fracas.

Então, ao mesmo tempo, você deve se preocupar em lucrar ou amenizar os prejuízos. Diante dessa circunstância, as nossas ações devem se ajustar conforme o contexto da mesa, mas principalmente o número de adversários na mão e qual a sua posição na mesa. 

Número de jogadores 

Quanto mais jogadores na mão, maiores as probabilidades de um deles ter um Ás. Se você for para o flop contra dois ou três adversários, vale a pena considerar a ideia de que os seus Reis podem estar mortos. Nesse caso, a sugestão é a seguinte: tente chegar ao river apenas dando check e não se preocupe tanto em colocar mais fichas no pote.

Quando saímos com um par de Reis, normalmente, estaremos mão a mão no flop. No pré-flop, a dica é tentar forçar a maioria dos jogadores a desistir da rodada. Isso te dará forças para seguir na partida e vai minimizar as possibilidades de alguém te destronar quando chegar o turn ou o river. Afinal, existem as possibilidades de trincas, sequências, flush… Nós queremos fugir disso tudo, enquanto for possível.  

Posição na mesa

Vamos imaginar a seguinte situação. Abriu o flop na mesa com 4A10♥. Você tem um par de Reis e é o primeiro a agir. Nesse caso, você teve a iniciativa da ação pré-flop e o seu adversário pode, facilmente, ter pago uma mão pior – como um par de Oito – e ao apostar, você tirou a capacidade dele de blefar. 

Agora, com o flop aberto, sua estratégia pode ser simplesmente dar um check. O que isso passa para seu adversário? Que você tem uma mão no máximo mediana e que não acertou aquele flop. O próximo passo é aguardar a reação do seu adversário. Se ele for um jogador de caráter mais agressivo, provavelmente ele vai apostar mais e tentar te fazer desistir.

 Mas você não está fraco como demonstrou. Então, você continua engordando o pote e tenta controlar a partida, sem deixar que o adversário perceba isso. Agora, se você é o último a agir, invariavelmente suas decisões se tornam mais fáceis. Ao agir por último, temos de ter a capacidade de dar check atrás do flop e não permitir que as coisas saiam do controle.

Se o turn chegar em check para nós, é improvável que o oponente tenha um Ás. Nesse caso, aposte com confiança. O mais importante é a mentalidade, que deve ser firme e ao mesmo tempo saber se ajustar nas diferentes circunstâncias. 

Flop sem Ás

É um cenário muito agradável, convenhamos. Nesse flop você deve jogar da mesma forma que jogaria com um par de ases: você deve apostar e aumentar o pote o máximo que for possível, tanto para extrair dinheiro daqueles jogadores que não querem foldar quanto para espantar os jogadores com as mãos mais fracas.

Essa postura de saída mais agressiva é importante para impedir que o adversário faça dois pares fracos e ganhe o seu stack. A posição do check, como vimos, é válida em situações específicas. Mas ela por si só não vai construir grandes potes. Então, se for possível, comece agressivamente. Se os jogadores foldarem por conta de sua agressividade, paciência. 

Flop com Ás

Aqui o cenário já mudou consideravelmente, pois se o seu adversário tem um ás você perde a vantagem inicial. Mas ainda não está tudo perdido. Um ás na mesa, certamente, vai fazer com que sua postura se torne menos agressiva. Isso faz parte. Então, se isso acontecer, o seu principal objetivo na mesa passa a ser tentar descobrir se algum adversário conseguiu parear o ás.

Como isso pode ser feito? Bom, uma das maneiras de tentar chegar a esse ponto é fazer as suas apostas de uma forma que você consiga extrair o máximo de informações possíveis sobre a mão de seus oponentes. 

Esteja atento à forma como ele reage diante de suas investidas. Como se pode imaginar, você nunca terá certeza disso, só depois do showdown. E essa é justamente a magia do poker, não é mesmo? Esteja atento à psicologia, aos movimentos, aos olhares, à postura. Nessa hora, conhecimento e experiência contam muito.

Desta forma, um ás no flop não deixa de ser uma bela ducha de água fria e não há nada que você possa fazer sobre isso, a não ser tentar jogar, ou desistir se achar que deve. Dar check e não aumentar as apostas pode ser uma boa posição. 

 Os dilemas envolvendo um par de Reis

Diante do que foi exposto, vale mencionar que boa parte dos jogadores iniciantes não perde com uma dupla de Reis, mesmo que na mesa exista um adversário que jogue um jogo agressivo. Estatística, apenas. O fato de ter em suas mãos a segunda mão inicial mais forte do jogo não deixa de ser algo relevante.

O risco é você deixar o jogo se estender até o final e perder para um flush, sequência, dois pares fracos e por aí vai. Tente ao longo do jogo minimizar esses riscos ao máximo. Então, a regra geral se você sair com um par de Reis é: faça suas apostas e evite o slowplay com essas mãos iniciais.  

Relembrando o ranking de mãos 

 Royal Flush  

É a mão mais forte do poker, onde se combinam a sequência mais alta do jogo com todas as cartas do mesmo naipe.

Straight Flush  

A segunda mão mais alta do poker é composta por cinco cartas consecutivas de um mesmo naipe. Em caso de empate, o vencedor é aquele que tem as cartas mais altas na sua combinação.

Quadra  

Quatro cartas iguais, sendo que caso dois jogadores façam uma quadra, a maior delas será vencedora. Se abrir uma quadra entre as cartas comunitárias, o resultado é definido pelo kicker. 

Full House      

O full house é definido pela combinação de um trio e um par. Caso dois jogadores façam essa combinação, o que tiver o melhor trio ganha. Caso o empate persista, ganha quem tiver o maior par. 

Flush  

O flush acontece quando você combina cinco cartas de um mesmo naipe (não importando se elas são ou não uma sequência). Se dois jogadores fazem o flush, ganha o que tiver a carta mais alta. 

Sequência      

Como o nome sugere, a sequência acontece quando o jogador consegue combinar cinco cartas consecutivas de naipes diferentes. Em caso de empate, a carta mais alta decide quem será o vencedor. 

Trio  

Trio ou trinca é uma combinação de poker formada por três cartas iguais. Caso dois jogadores façam o mesmo trio, o kicker se torna o critério de desempate – uma vez que uma combinação é formada sempre por cinco cartas. 

Dois Pares  

No caso de empate entre jogadores com mãos compostas por dois pares, o maior par define o vencedor e, se eles partilharem do mesmo maior par, automaticamente, o segundo par se torna o critério de desempate. Agora, se os dois pares forem os mesmos, o kicker define quem leva o pote. 

Par  

O par é composto por duas cartas iguais. Se os jogadores tiverem o mesmo par, a decisão fica mais uma vez por conta dos kickers de cada um. 

Carta Alta  

No caso da carta alta, não existe outra combinação. Então a força individual das cartas é levada em conta e o vencedor é aquele que tem as melhores cartas.

Conclusão 

Oferecemos, com frequência, uma série de textos que podem ser acessados gratuitamente em nosso blog, para que você se informe sobre os aspectos que envolvem casas de apostas e o universo do poker.

Hoje falamos sobre quais estratégias podemos adotar quando saímos com um par de Reis nas mãos. Embora a euforia possa nos prejudicar, estar atento aos detalhes pode fazer uma grande diferença entre ganhar muito ou pouco dinheiro, ou ainda incorrer no erro e na frustração de perder para jogadores que você poderia tirar do jogo nas jogadas iniciais.

Além desse conteúdo gratuito, nós oferecemos uma cotação justa para que você possa adquirir fichas online, por meio de transações seguras e confiáveis, graças aos 11 anos de experiência que acumulamos no mercado. 

Por isso, o que precisar é só chamar a DM créditos que te ajudamos a fazer as escolhas mais seguras!